Melancia

      Nesse mundo de likes e outras reações que penumbram matrizes verdadeiras. Nesse mundo de redes, algoritmos e outros promoventes ejaculatórios opinativos histericamente estéreis. Tudo tão gratuito. Só nos leva tempo, que não custa nada por ser mesmo imprecificável. O sábio e o tolo desta vez unidos sob uma mesma convicção, pelos diferentes motivos. Fazendo melhor quem preocupa se chove mais pra burro ou pra camelo.

      Qual o problema de problematizar na problemática do problema? Buscando por repostas que foge ao movimento dos planetas, das massas de ar e tudo o que diz respeito ao magnífico mistério que cercam nossas melancias, que nada mais são que caixas d’água biologicamente aprimoradas. Nos extremos tudo se condensa, mas nos trópicos há melancia. Textura saborosa de fibras e água, que se gostam e nos fazem gostá-las mais ainda.

     Sem que eu use de “meu deus” nas interjeições, pergunto: onde tudo isso vai dar? A compulsória formulação antes que deixemos de existir é de rolar de rir. Sim e tanto que parecem haver questões herdadas por loucos sem mecenas. Que vem daí não haver estímulo maior à felicidade que sempre esperar pelo pior. Segue o mistério da vida e também do mel rimar com céu, seu e meu. 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s